Intercâmbio Universitário

Intercâmbio Universitário

Já pensou na oportunidade de fazer um curso universitário fora do Brasil, vivendo uma nova cultura e adquirindo dezenas de experiências novas? Tenho certeza que , se não pensou até aqui, vai pensar assim que terminar de ler este artigo. Aqui, falaremos sobre o intercâmbio universitário, ou seja, a graduação fora do Brasil.

Intercâmbio Universitário
Intercâmbio Universitário

Intercâmbio Universitário

Para fazer uma graduação no exterior, é preciso passar por um processo seletivo de nome application. É diferente do vestibular brasileiro, pois é pedido uma série de informações sobre testes de proficiência estrangeira e cartas de motivação. Entram na lista outras coisas, que são igualmente importantes, mas deixemos isso para outra hora. Primeiro, você precisa mostrar quem é o estudante, para só então poder ser admitido.

Você pode conseguir uma bolsa de estudos na sua universidade, por meio das parcerias que ela tem com universidades de outros países. Verifique se na sua escola — quase toda universidade tem — há programas de intercâmbio universitário e como fazer para que você curse uma ou mais matérias no exterior. Você poderá ficar fora do Brasil estudando por até um ano, se quiser uma imersão mais aprofundada.

Os desafios

Passar tanto tempo tão longe modifica muitas coisas na sua rotina, por mais que você se esforce para repetir os mesmo hábitos. Se você mora com seus pais, certamente vai sentir falta deles em algum momento, então você deve pensar no que é mais importante para você, no quanto você aguenta sem conviver com nenhum conhecido. Na falta do apoio que você tinha no Brasil, precisará de apoio no exterior, e esse será o momento de fazer novas amizades e testar o quão independente você quer ser.

E se minha universidade não oferece programa de intercâmbio?

Esse pode ser um problema, uma vez que você quer mesmo fazer intercâmbio e não vê outras alternativas. Mas há alternativas, e você deve buscá-las para realizar seu sonho. Como possibilidade, você pode:

  • Fazer um intercâmbio independente, negociando diretamente com a universidade;
  • Participar dos programas de intercâmbio da AIESEC (aiesec.org.br);
  • Procurar agências especializadas que oferecem serviços de intercâmbio universitário;
  • Procurar consultorias especializadas no assunto que te ajudam a montar seu intercâmbio internacional.

É possível obter um duplo idioma, uma vez que faz parte de um curso em uma universidade estrangeira que é afiliada à brasileira. Depois de ficar o período cursando fora do país, pode voltar para concluir o estudo no país de origem. No fim de todo o processo, recebe um certificado que é validado por ambas. Tenha certeza de que isso vai agregar muito no seu currículo, dando a chance de você conseguir melhores cargos futuramente.

Espero que este artigo tenha lhe sido esclarecedor. Obrigado por acompanhar e até mais!

Abaixo você pode conferir algumas respostas dadas pelo canal “vaidadesdearquiteta” no youtube sobre diversas dúvidas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *